DUBROVNIK – II PARTE

Dicas, crônicas e fotos de uma viajante

Por Flávia Bordogna

Continuando os nossos “registrosdeviagens” sobre Dubrovnik, a bela cidade medieval entre muralhas, hoje vamos falar sobre o passeio maravilhoso que fizemos ao “Mont Srd”, o Cable Car, e dar algumas dicas de como chegar e onde ficar em Dubrovnik.

429

432

Trata-se de um monte que fica a 413 metros de altura de onde você tem uma vista maravilhosa de Dubrovnik. Para chegar lá, saindo do portão Pile, vire à esquerda e siga por uns 10 minutos até encontrar o Corpo de Bombeiros, então, à direita, você encontrará o “Cable Car”,  o ingresso custa 94 Kunas, lá você  pega o bondinho que lhe levará ao alto da montanha.  À proporção que você vai subindo, Dubrovnik vai surgindo lentamente, se distanciando e se fazendo observar na sua totalidade: a Old Town, com seus telhados vermelhos, abraçados por aquelas incríveis muralhas, banhadas pelo pelas águas azuis do Adriático. Vejam como é lindo:

Subindo...

Subindo…

Subindo...

Subindo…

Subindo...

Subindo…

E, lá em cima não apenas Dubrovnik, mas a imensidão do mar, ilhas, montanhas, a exuberância da natureza. Paisagens lindas! Passeamos um pouco, tomamos um café no Panorama Restaurante e Bar, compramos alguns souvenires e retornamos. Infelizmente não visitamos o Forte Imperial, mas sei que é muito legal,  ficará para outra oportunidade.

415

411

407

COMO CHEGAR A DUBROVNIK e O CANAL DE NEUM

Nós fomos de carro para Dubrovnik, como já falei, acho essa a melhor opção para viajar pela Croácia. Saímos de Split e o percurso durou aproximadamente três horas, uma viagem incrível, com paisagens maravilhosas, belas colinas, praias, isso porque a estrada vai contornando a costa e vai descortinando paisagens belíssimas e  um mar de um azul que impressiona. Vejam as fotos que tirei da janela do carro durante a viagem:

341 - Cópia

343

331

 Lindo, não é verdade? A distância entre as duas cidade é de 229 km passando por lindas cidadezinhas. O interessante é que, em determinado momento, acho que uma hora depois, o território da Croácia é cortado em dois pelo CANAL DE NEUM, que pertence à Bósnia e Herzegóvina. Vejam no mapa:

Foto: subway.mapdictionary.com

Foto: subway.mapdictionary.com

Você está vendo as duas partes do território da Croácia? Esse pequeno espaço entre elas  é o Canal de Neum e pertence à Bósnia & Herzegóvina.

335

CANAL DE NEUM – Trata-se de uma faixa de terra de 24,5 km que pertence ao território da Bósnia e Herzegovina, representando o único acesso ao mar para aquele país. É isso mesmo, dentro do território da Croácia existe essa faixa de terra, a cidade costeira de Neum, com um turismo intenso e muitos hotéis, que pertence à Bósnia desde o tratado de Karlowitz em 1699, entre Dubrovnik e o império otomano.

Mas não fiquem preocupados, essa é uma travessia muito tranquila, eles nem param para conferir os passaportes…  Isso apenas aconteceu quando fomos visitar a cidade de Mostar, mas sei que param os ônibus e caminhões e que pedem passaportes para todos os passageiros.

Para esse pequeno trajeto, não é necessário visto para os brasileiros nem seguro especial para o território da Bósnia, os seguros normais cobrem também essa faixa de terra.

337

Voltado para as opções de como chegar a Dubrovnik, você também pode chegar  de avião, o aeroporto fica bastante próximo do centro antigo, tipo uns 20 minutos, de lá você pode pegar um ônibus ou taxi. Existe ainda a opção de barco mas essa opção só funciona no verão, sem esquecer dos muitos transatlânticos que atracam diariamente no porto  de Dubrovnik  no verão. Como vocês podem ver opções não faltam, então vamos aproveitar, Dubrovnik é tudo, não é a toa que é o principal destino de verão da Croácia.

ONDE FICAR

Nós ficamos na península de Lapad, no Grand Hotel Park, a cerca de 3 km da parte velha de Dubrovnik, adoramos o hotel e a posição do mesmo, pois o acesso à Dubrovnik antiga é fácil tanto de ônibus como de taxi, além do mais é uma região muito bonita. O ideal, no entanto, seria ficar dentro das muralhas, mas lá não existem hotéis, apenas apartamentos, casas que foram adaptadas para serem alugadas, esses são muitos, mas fiquem atentos pois esses apartamentos podem estar localizados no alto de uma grande escadaria e, pode ser bastante desagradável subir essas escadas com as malas nas mãos.

ONDE COMER

Fizemos ótimas refeições  na cidade, os frutos do mar são maravilhosos na Croácia. Estávamos com algumas dicas de restaurantes (konobas) fantásticos, como o Nautika, o Marco Polo, o Maestoso, o Gil’s, o 360°, alguns com vistas maravilhosas, como diz o italiano: “da non perdere”, no entanto infelizmente perdemos, só fomos para o Dubrovnik Restaurant, que fica dentro das muralhas em uma ruazinha linda. Adoramos!!! Cozinha maravilhosa e ambiente impecável, romântico e elegante. Esse também é “da non perdere”. Infelizmente não recordo o nome dos outros restaurantes que fomos.

389

204

Restaurante Dubrovnik

Restaurante Dubrovnik

Espero que vocês tenham gostado do nosso pequeno “tour” por Dubrovnik. Como essa postagem ficou muito longa, falarei sobre as filmagens de Games of Thrones no próximo post. Aguardo vocês.