PORTO – II PARTE

 Dicas, crônicas e fotos

 

DICAS DO PORTO, DA REGIÃO DO CAIS DA RIBEIRA E SUAS PONTES 

Continuando o nosso passeio pela cidade do Porto, fomos descendo por aquelas ladeiras íngremes, observando os lindos “casarios”, as ruazinhas estreitas, as roupas estendidas nas varandas, tudo muito típico daquela cidade, e chegamos ao Cais da Ribeira, a parte mais antiga da cidade. Região belíssima, principal cartão postal do Porto, com suas casinhas coloridas que realmente encantam. Ali muito movimento, esplanadas, bares, restaurantes, vendedores, uma verdadeira festa para nós viajantes. Que maravilha!!!!

20140911_141158

??????????????

Daí  pegamos um barco para fazermos o famoso passeio no Douro, aquele que falei que dava direito na compra  de dois dias nos ônibus de turismo. Na verdade, esse passeio de barco não me entusiasmou muito… achei fraquinho, mas como é um passeio rápido, valeu por ter visto por um outro ângulo, as seis pontes que ligam as duas margens. A principal delas  é a Ponte Dom Luis I, que é dividida em duas partes uma para carros e metrô e outra para os pedestres. Nós fomos de carro, mas sei que o passeio a pé é muito interessante pois a vista é belíssima, de onde se pode fazer fotos incríveis. Essa ponte liga a cidade do Porto à Vila Nova de Gaia, as outras pontes são Ponte do Infante, Ponte D. Maria Pia,  Ponte São João, Ponte do Freixo e a Ponte Arrabita.

Cais da Ribeira e barcos que fazem os passeios no Douro

Cais da Ribeira e barcos que fazem os passeios no Douro

Cais da Ribeira e suas esplanadas

Cais da Ribeira e suas esplanadas

E, no outro lado do Douro, a cidade de Vila Nova de Gaia

Os barcos Rabelo e a Ponte Dom Luis I

Os barcos Rabelo e a Ponte Dom Luis I

DICAS:

Na Ribeira existem lindas toalhas bordadas de linho com os precinhos maravilhosos. No centro da cidade tem uma loja da Vista Alegre simplesmente perfeita!

 Cidade Nova de Gaia e as Caves do Vinho do Porto

IMG-20140822-WA0083

Vila Nova de Gaia, a cidade do outro lado da ponte, na margem sul do rio,onde estão estocados os maravilhosos vinhos do Porto. Você pode chegar a essa cidade atravessando a Ponte Luis I de carro ou a pé e de lá você terá uma visão marcante da cidade do Porto com seus barcos rabelo, barcos esses que antigamente eram usados para tranportar o vinho e que hoje enriquecem aquela linda paisagem.

Eu e minhas costumeiras amigas de viagens

Vila Nova de Gaia com seus barcos Rabelo e os casarios do Porto ao fundo

 A visita a uma cave na Vila Nova de Gaia é mais do que necessária. Você não pode dizer que conheceu o Porto e que não visitou nenhuma cave, seria imperdoável! São 15 caves, quase todas com  um programa de visitação, com degustação e  explicação de como o vinho é feito, armazenado e distribuido, como também sobre os tipos desse vinho, que são três, Tawny, Ruby e Branco. Algumas cobram pela visita, normalmente as que estão mais próximas do rio, outras não. Nós visitamos a Cave Porto Calém, aquela que compramos junto com o bilhete do ônibus turístico, lembra? Foi uma visita rápida é realmente prazerosa, eu diria até que indispensável para fechar com classe a visita àquela cidade.

Vila Nova de Gaia e suas caves

Vila Nova de Gaia e suas caves

Outro passeio legal é o passeio de teleférico que liga o cais de Vila Nova de Gaia à cabeceira da Ponte Luis I, é um pequeno percurso de 500 metros por 5,00 euros, mas que valem muito a pena pois redem fotos maravilhosas.

DICAS:

Não compre o seu vinho do Porto nas caves em Gaia pois são mais caros, deixe para comprar nas lojas do Porto.

IMG-20140912-WA0069

Sobre o vinho do Porto:

A história do Vinho do Porto é bastante interessante pois é um vinho que não é fabricado no Porto e sim nas  quintas do Douro vinhateiro, entre as cidades de Régua e Pinhão, estocado nas caves da Vila Nova de Gaia e é apenas vendido na cidade do Porto, ficou assim conhecido por ser exportado para todas as partes do mundo por aquela cidade.

Trata-se de um vinho doce,  mas não se engane pois ele tem um alto teor alcoólico, entre 19 a 22°, sendo, dessa forma, mais forte do que os outros  vinhos e deve ser servido como aperitivo ou como digestivo, em pequenas taças. O precesso de fabricação desse vinho é diferente de todos os outros vinhos pois, enquanto os vinhos normais têm um processo de fermentação longo, o do vinho do Porto é interrompido com a adicação de aguardente ou brandy, fazendo com que o acúcar não se transforme em alcool e o vinho fique doce. O alto teor alcoolico dele é motivado pela adicação da aguardente ou do brandy.

20140912_092934

Gastronomia e Dicas de Restaurantes

 Falar da gastronomia do Porto não é uma tarefa das mais difíceis pois  essa cidade é conhecida pela suas delícias gastronômicas, um dos melhores “sitios de comer” de Portugal. Sabe-se que quatro dos mais famosos pratos portugueses tiveram suas origens no Porto: A tripa a moda do Porto, o bacalhau à Gomes de Sá, a Francesinha, espécie de inovação do famoso croque-monsieur, e o conhecidíssimo caldo verde, que amo de paixão! Eu ainda não comentei com vocês, mas mas meu pai era português e esses pratos sempre fizeram parte do meu dia a dia, exceto a francesinha, que só conheci quando estive no Porto.

 IMG-20140912-WA0070

Os portuenses são conhecidos como “tripeiros”. Por que esse apelido? Esse apelido remota da época dos descobrimentos quando os moradores da cidade cederam toda a carne que tinham para os expedicionários das náus portuguesas, orgulhosos e felizes por estarem ajudando, ficaram apenas com as tripas, e assim surgiu a famosa Tripa à moda do Porto. Isso na época da Expansão Marítima, comandada por D. João I.

Dicas de Restaurantes:

Quando ainda estávamos no avião, perguntamos ao comissário de bordo, que era do Porto, uma dica de um bom restaurante, ele nos indicou O Felipe. Chegamos no hotel, fizemos o check-in e, lá fomos nós atrás desse restaurante. Na verdade ele fica na boca do porto de Matosinhos, é um restaurante de frutos do mar muito simples mas onde comemos maravilhosamente bem. Povo ao vinagrete, entradas de mariscos, vários tipos de frutos do mar, tudo regado por um bom vinho português, uma delícia! 

Esse arroz estava uma delícia!

Esse arroz estava uma delícia!

 No no outro dia, almoçamos no “O Comercial” que, como falei anteriormente, fica dentro do  Palácio da Bolsa. Optamos pelo menu degustação: Sopa de legumes como entrada, segundo prato, opção de carne ou peixe, sobremesa e uma taça de vinho. Tudo muito bom por apenas 15 euros. Amei!!!!

20140911_180003

À noite fomos conhecer o famoso Cafeína, restaurante moderno,  bonito e muito recomendado, localizado na Rua do Padrão, 100. Os pratos bem elaborados e saborosos, essa foi realmente uma ótima escolha. Lembro que minha amiga pediu uma entrada de Foie Gras caramelizado com Figos, simplesmente m a r a v i l h o s a  e eu umas Vieiras Grelhadas com aspargos também soberbas. Acho que pagamos 45,00 euros por pessoa, pelo menu completo.

No dia seguinte fomos jantar no Restaurante Traça, que fica no Largo São Domingos, 88, sugestão de uma portuguesa muito simpática que encontramos no hotel, também gostamos muito mas infelizmente não lembro o que pedimos. Trata-se de um pequeno restaurante com especialidade em caça, onde comemos muito bem. Pretendíamos ir no DOP do chef Rui Paula mas como havíamos ido no DOC, no Douro, preferimos conhecer outros. Tem ainda O Paparico, Los Ibéricos, o LSD, O Terra, O Yeatman, restaurante que fica em Gaia com uma vista espetacular do Porto e tantos outros que são muito bem recomendados. Você vai adorar!

O ponto de encontro à noite é no famoso Piolho Bar, tradicionalmente conhecido por ser ponto de encontro dos universitários e também na Galeria de Paris, uma rua bastante movimentada que tem um “sitio de beber copos” com o mesmo nome.

ONDE FICAR

Bem, nós ficamos no Sheraton Porto Hotel e Spa, ótimo hotel mas a localização não é das melhores, fica distante de tudo. Ainda bem que aqueles ônibus city sightseeing funcionam muito bem e não tivemos problemas para circular pela cidade, à noite pegávamos o carro. Na minha opinião a melhor posição é na Ribeira onde está o Hotel Pestana, ótima localização!  O centro da cidade é também um local muito bom, onde você pode fazer quase tudo a pé. Durante minha visita observei que o Hotel Carris Porto Ribeira também tem uma posição maravilhosa. Aproveitem a dica.

E assim terminamos o nosso passeio por essa cidade tão “gira”. Não fizemos tudo que deveríamos mas o tempo não foi suficiente. Dessa forma teremos que voltar, então, até logo, Porto.

IMG-20140912-WA0068