DICAS PARA A ROTA ROMÂNTICA

 A MARAVILHOSA ROTA ROMÂNTICA

FÜSSEN, DINKESLSBUHL E ROTHENBURG OF DER TAUBER

Hoje vamos enveredar pelas cênicas estradas alemãs com destino à Rota Romântica, na Baviera. A Rota Romântica, Romantische Strasse, é hoje um dos principais destinos turístico da Alemanha. Trata-se de um trecho de aproximadamente 350 km, que começa na cidade Wuzburg e termina em Füssen ou vice versa… São 28 pequenas cidades e visita-las é um verdadeiro deleite, pois o  trecho é  formado por estradas  que descortinam paisagens de fábulas, com cenários campestres que até parecem os jardins do paraíso, lindas montanhas, castelos, vegetação exuberante e, é claro, os maravilhosos vilarejos com casinhas em estilo enxaimel .

 O ROTEIRO

Decidimos chegar por Munique, lá pegamos o carro no aeroporto e fomos para Innsbruck, onde temos amigos. No caminho passamos por uma cidade imperdível: Oberamengau, simplesmente linda!!!! Mas esse é assunto para outro post. Você também pode começar o seu percurso por Frankfurt, que fica bem perto de Wuzburg e seguir, rumo aos Alpes, em direção a Füssen , tudo depende de suas prioridades.

Oberamengau

Dormimos em Innsbruck. Como já conhecíamos, no outro dia fomos para Mittenwald, mais uma linda cidadezinha perto da Rota Romântica. É quase impossível se ater a um roteiro pré-estabelecido quando se tem cidadezinhas encantáveis no entorno… Foi o nosso caso, havíamos decidido conhecer cinco cidades da Rota Romântica, Füssen, Dinkelsbühl, Schillingsfürst, Rothenburg ob der Tauber e Landesberg am Lech, no entanto só foi possível conhecer três!

Bem, continuando o nosso lindo passeio, de Mittenwald fomos para Zugspitze, a montanha mais alta da Alemanha, que fica às margens do Lago Eibsee, onde almoçamos,  de lá fomos para a maravilhosa Garmisch-Partenkirchen e depois voltamos para Innsbruck.

Garmisch-Partenkirchen

No dia seguinte fomos conhecer a famosa Igrejinha Wies, que fica no meio de campos verdejantes, com os Alpes como pano de fundo e paisagem belíssima! Daí fomos para Füssen. Ufa, conseguimos enfim chegar  à Rota Romântica! Mas aí, mais uma vez saímos da rota e fomos conhecer as cidades de Constanza, Mainau e Lindau que ficam no lindo lago Constanza, que faz fronteira com três países, Áustria, Alemanha e Suíça,  antes, porém,  visitamos a belíssima  Stein an Rhein. Estava ali, tão pertinho, impossível resistir rsrsrs. Depois fomos para Dinkelsbuhl e Rothenburg ob der Tauber, na Rota Romântica .

Esse é um roteiro muito bonito, pois, além das cidadezinhas da Rota Romântica, inclui belíssimas cidades que não fazem parte dessa rota e ficam muito próximas umas das outras, mas infelizmente vimos pouco da rota. Sem dúvida terei que voltar um dia, coisa que me deixa bastante feliz, pois adorarei retornar.  Nesse post falarei apenas sobre as cidades da Rota Romântica, em outra postagem, falarei sobre as outras cidades visitadas.

AS CIDADES:

 FÜSSEN E O CASTELO DE NEUSCHWANSTEIN

Castelo Neuschwanstein

As grandes atrações na região de Füssen são sem dúvida os castelos Neuschwanstein e Hohenschwang que ficam a alguns quilômetros da cidade, na pequena vila de Hohenschwangauim.

O belíssimo e imponente Castelo Neuschwanstein começou a ser construído no ano de 1869, por ordem do rei Ludwing II da Baviera, o rei louco, e foi concluído em 1886. Foi inspirado em uma das óperas de Richard Wagner, de quem Ludwing era fã ardoroso. O nome Neuschwanstein que dizer “o novo cisne de pedra”, uma alusão à ópera Lohengrin, “Cavaleiro do Cisne”, do famoso compositor. Foi nesse castelo que Walter Disney se inspirou para criar o castelo de Cinderela. Não tenha dúvida que ele é realmente um deslumbramento, simplesmente lindo, digno de contos de fadas e princesas, e nada que eu escreva será suficiente para descrever tamanha beleza. Ele está localizado no alto de uma linda colina de onde você tem uma vista estupenda do vale em toda a sua beleza.

COMO CHEGAR AO CASTELO

Para chegar a esse lindo castelo você deve comprar o bilhete no Ticket Center de Hohenschwangau, que custa 12 euros e de lá pegar um ônibus que custa  1,80 euros, até a Mariensbrücke, a famosa ponte sobre o desfiladeiro Pöllat, de onde você tem uma vista perfeita do castelo e as fotos são belíssimas. O problema é encontrar um espaço vazio na ponte, pois é um dos lugares mais visitados da Alemanha.

Ticket Center de Hohenschwangau

Para visitar o interior do castelo, que só pode ser feito com visita guiada,  o ideal seria fazer um agendamento pela internet até dois dias antes da visita. Esse agendamento é importante principalmente no verão quando o fluxo de turistas é muito grande, para evitar que você tenha o desprazer de não encontrar bilhetes. De posse desse bilhete fique na frente do castelo e aguarde o seu horário que será mostrado em um painel eletrônico.

Existem três maneiras de você chegar ao castelo, uma foi a forma que cheguei, de  ônibus, que lhe deixará perto da Mariensbrücke, mas fique atento pois as vezes a fila para comprar o ticket e a de esperar o ônibus, são muito grandes e você pode perder a hora do agendamento e não será reembolsado; outra maneira é a de charrete que lhe deixará depois do castelo, e outra é indo de ônibus e voltando de charrete, a decisão é sua. Ah, você também poderá ir caminhando… mas são 30 minutos subindo ladeira…

Fila do ônibus que leva ao castelo

Eu e minhas amigas já bem pertinho do castelo

CASTELO DE HOHENSCHWANGAU

castelo Hohenschwangau

O outro castelo, o Hohenschwangau, menos conhecido, mas também muito bonito, é o castelo onde o Rei Ludwig passou toda a sua infância e foi construído por seu pai o rei Maximiliano II da Baviera. Fica em frente ao castelo Neuschwansteis, às margens do belíssimo Lago Schwansee. Para visita-lo você também terá que comprar o bilhete no Ticket Center de Hohenschwangau,  que também custa 12 euros, da mesma forma sugiro o agendamento pela internet.

DINKESLSBUHL

Essa pequena cidade me chamou atenção pelas cores das casas, são todas em tons terrosos, me fizeram lembrar um jogo de montar que eu tinha quando era criança e que, depois de montado, as casinhas tinham o teto triangular exatamente como são as casas de Dinkeslbuhl, simplesmente lindas!

Centro antigo com a Catedral São Jorge ao fundo

Sobre Flavia Bordogna

Meu nome é Flávia Bordogna, formada em Letras pela UFRN, atualmente diretora da agência de viagens, Ícaro Tour, casada com o italiano Rino Bordogna e mãe de Bárbara. Comecei a viajar através do relato de amigos e da leitura de livros. Eu absorvia as informações de tal forma que me transportava e vivia aqueles momentos como se lá estivesse. Minha primeira viagem internacional no entanto, foi em 1983, e, desde então, viajo todos os anos para Europa e outros continentes. Conheço mais de 35 países, alguns visitei várias vezes , como é o caso da Itália, onde vou todos os anos, tenho residência fixa e vários amigos queridos. Adoro montar roteiros de viagens para os nossos clientes, minha paixão é tanta que acabou se tornando a maior motivação para a criação desse blog. O objetivo é trazer dicas e curiosidade de vários destinos, nacionais e internacionais, a fim de ajudar aqueles que estejam procurando informações para a sua próxima viagem. Assim sendo, convido você a embarcar comigo nessa aventura.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

4 respostas para DICAS PARA A ROTA ROMÂNTICA

  1. Odete guerra disse:

    Como você escreve bem , voltei ao tempo parecia que estava lá novamente! Você está de parabéns deus registros são maravilhosos você tem o dom da dissertação !

    • Flavia Bordogna disse:

      Obrigada, querida, o objetivo é exatamente esse, fazer com que as pessoas que estão lendo as minhas postagens, viajem através da leitura.

  2. Posti da Favola!! per sognare
    Bellissimi
    Grazie Flavia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *